/// Planejamento

Ser feliz é… viajar só com mala de bordo

bagagem-de-mão
Escrito por... Vivian

No início de outubro publiquei essa foto no instagram (@blogvivaviaje) mostrando minha mini mala para 19 dias de viagem. Muita gente se assustou pois a mala é pequena mesmo, mas junto com uma mochila pequena feminina ela foi mais que suficiente.

arrumar-mala-viagem

Eu e minha mini companheira

Confesso que eu não fui sempre tão econômica assim. E se for pra provar eu provo: Há quase três anos, na volta da minha primeira viagem à Europa, precisei abrir a mala no meio do aeroporto e remanejar algumas peças para a mochila pois a minha mala tinha estourado os 32 kg máximos da KLM. Pode isso, Arnaldo? Como se não bastasse, o saquinho de pano onde eu guardava as peças íntimas rasgou e espalhou pra todos os lados. Quase morri de vergonha. Mas o importante da vida é que a gente evolui. Ainda bem.

Mais contida com a bagagem, hoje sei a leveza que é viajar só com mala de bordo. Não precisa chegar mais cedo pra despachar, não precisa pegar fila, não precisa esperar a mala chegar. Uma maravilha só, você tem que experimentar!

Ontem esse assunto ressurgiu quando a Fer me perguntou lá no insta:

“O que você levaria para uma viagem de 15 dias durante o outono europeu (Portugal e Irlanda) nessa malinha?”

Fer, a resposta veio em forma de post especial para você e pra todo mundo que quer viajar sem carregar muitos quilos. Não vou fazer um simples post com dicas de bagagem pois sei há três anos atrás eles não foram capazes de me convencer. Vou, então, dizer exatamente o que EU levei já que minha viagem também foi no outono e com um período parecido. Procurei todas as fotos da viagem e tcharãaan, listei tudo aqui.

Na malinha:
  • 3 calças tipo montaria, sendo que uma delas tinha pelo por dentro para os dias mais frios.
  • 1 calça jeans
  • 2 meias calça
  • 2 vestidos
  • 1 jaqueta de couro
  • 7 calcinhas
  • 7 pares de meia
  • 1 havaianas
  • 1 bota cano curto sem salto
  • 3 cachecóis normais
  • 1 cachecol gigante
  • 1 pijama
  • 4 blusas finas sem manga
  • 2 blusas finas com manga comprida
  • 1 blusão de lã
  • 4 blusas quentinhas com manga comprida
  • 1 blusa térmica
  • 1 body (para os banhos termais em Budapeste)
  • 1 secador grande (acreditem!!!)
  • 1 escova grande
  • e ainda sobrou espaço para colocar o conjunto completo de roupa típica alemã que comprei para a Oktoberfest.
Na mochila:
  • 1 cachecol gigante
  • Ipad
  • Bolsinha com carregadores e fones
  • Kit higiene (shampoo, escova, pasta dental, sabonete, creme, protetor)
  • Pasta com documentos da viagem e canetas
  • Caixinha de acessórios
  • Kit maquiagem
Fui vestindo:
  • 1 casaco (o vermelho da foto)
  • 1 blusa fina
  • 1 blusão/casaco de lã pesado
  • 1 par de botas
  • 1 chapéu

DICAS EXTRAS


 

  • Costumo não levar calcinhas e meias para todos os dias. Não pelo volume, mas sim para não ficar guardando tanto tempo roupas íntimas sujas. Assim, procuro lavar no banheiro rapidinho e colocar para secar.
  • Esse cachecol gigante eu, na verdade, comprei durante a viagem. Ele é tudo de bom. Serve de travesseiro, serve de coberta, serve para ajudar a esconder da chuva, serve para tudo nessa vida!! Então, minha dica é: compre um!
  • A primeira vez que fui para a Europa levei tudo grande. Mas a Ryanair me ensinou que 100 ml são suficientes para uma viagem de quase um mês. Ou seja, leve tudo naqueles potinhos pequenos e você vai economizar um espação na mala.
  • Tento sempre viajar sem toalhas, pois é sempre complicado não poder colocá-la molhada dentro da mala. Então prefiro usar a do hotel ou alugar uma no hostel.

 

ARRUMANDO AS MALAS


 

  • Separe as roupas mais finas e enrole todas.
  • Casacos, jaquetas e blusas de lã são ruins para enrolar, então dobre com cuidado para fazer o menor volume possível.
  • Um dos lados da mala tem sempre aquelas voltas no fundo. Comece por ele e coloque as calças enroladas nos vãos para não perder espaço.
  • Do outro lado (fundo liso) coloque os sapatos grandes e depois vá preenchendo com o restante das roupas dobradas e enroladas até terminar tudo.
  • E nunca, mas NUNCA MESMO vá com a mala lotada. Você vai comprar coisas, juntar papéis, ganhar um brinde.. alguma coisa você precisará trazer. E acredite em mim quando digo que você não quer passar aperto nas últimas horas de viagem para poder fechar a mala. Na minha mala/mochila ainda couberam 6 copinhos de dose e 6 bolas de árvore de natal na volta. (spoiler: um dia mostro minha coleção!)

 

E a última declaração: Viajar com mala de bordo é  V-I-D-A !

 

Se tiver alguma dúvida ou pergunta, manda para nós! Ficaremos felizes em escrever um post especial para você. =)

Sobre o(a) autor(a)

Vivian

25 anos, goiana, sagitariana, engenheira e apaixonada pelo mundo. Compartilho aqui minhas experiências pelo mundo e incentivo você (é, você mesmo!) a viajar mais.

8 Comments

  • Ameeeeiiii o post!!! Em minha homenagem hahahaha 🙂
    Ótimas dicas, tudo muito bem explicado. Muito obrigada mesmo!
    Agora minha missão número 1 é: comprar uma mala de bordo dentro das dimensões que as empresas low cost permitem.
    Obs.: Quando fiz meu intercâmbio de 1 mês em Dublin em 2013, eu levei minha casa! Sério mesmo! Que arrependimento! hahaha nunca mais faço isso!
    Beijoossss

  • Olá Vivian,

    Amei suas dicas e já estou anotando várias delas para minha próxima viagem que incluí Madri, Marraquexe, Roma, Santorini e Barcelona. Um zig e zag bem interessante, que só será possível graças a Ryanair. Depois de ler este seu post decidimos embarcar só com a mala de bordo. Estou com uma dúvida sobre a mochila. O site especifica uma bolsa que não caberia uma pasta de documentos. Como foi a sua experiência?

    Obrigada pelas informações super úteis.

    Abcs,

    Sua xará, Vivian.

  • Oi Xará, que bom que gostou do blog.
    A minha mochila cabia exatamente uma pasta de documentos na sua altura e era um pouquinho maior que o definido pela Ryanair. Acontece que eles quase nunca pedem para você colocar na caixa comprovando o tamanho, então arrisquei. De qualquer forma a minha estratégia seria tirar algumas peças de dentro da mochila e “vestir”. Assim, conseguiria apertá-la e colocá-la no espaço já que a mochila não é rígida.

    Assim, fiz mais de 15 voos pelas low costs ano passado e não vi ninguém ser barrado por causa disso. Inclusive em um voo de Lisboa para Dublin eu tinha três volumes (=x) Mas não confie 100% nisso pois pode ter sido sorte minha também. A dica que te dou é essa: leve uma mochila maleável e coloque algumas peças de roupa de forma que se for preciso você consiga vestir e esvaziá-la um pouco.

    Abraços.
    Vívian

  • Olá!
    muito bom seu artigo, parabéns!
    Minha dúvida é a seguinte: Qual modelo de mala cabe no compartimento de bordo?
    Estou com medo de comprar a mala errada, acho que essa sua seria a ideal!

    Obrigado!!!

  • Olá Danilo.

    As medidas da Ryanair são 55 cm x 40 cm x 20 cm. Sugiro que você compre nesse tamanho pois assim poderá embarcar em qualquer avião.

    =)

  • Ola. Qual era o peso máximo da sua mala de bordo? A companhia aérea q vou é até 5 kg. A sua também foi isso? Vi que coybe bastante coisa até na su mala, mas e o peso?

Deixe seu comentário

Translate »