Belfast Cork Dublin Europa Galway Irlanda Irlanda do Norte Kilkenny

Mini Guia Irlanda

Escrito por... Vivian
A Irlanda normalmente é esquecida pela maioria na hora de montar um roteiro pela Europa. Porém, a ilha esmeralda, como é carinhosamente chamada, possui tantas maravilhas que valem a visita. Morei na capital do país, Dublin, por dez meses e me apaixonei. Esse post funciona como um Mini Guia pra te ajudar a encontrar tudo que precisa saber antes de embarcar e muitas dicas de lugares escondidinhos que nós descobrimos (e amamos!). Tem também uma seção com informações pra quem tem planos de fazer um intercâmbio por lá. A cada texto novo sobre a Irlanda este post é atualizado, ok? Para ler os textos é só clicar nos links em laranja.

 

PLANEJE SUA VIAGEM

Vamos começar com uma lição de geografia e história para não criar confusão. A República da Irlanda é um país pertencente à União Européia, que usa o euro como moeda nacional. A ilha da Irlanda é composta pela República da Irlanda e pela Irlanda do Norte, que pertence ao Reino Unido e usa libra como moeda. Deu pra entender?

Sendo parte da União Europeia, o país assinou o Tratado de Schengen, então não se preocupe com o visto e garanta o seu seguro viagem pois ele é obrigatório.

 

COMO CHEGAR

Como a maioria já sabe, a Irlanda é uma ilha. Então, esqueça o trem, o carro, o ônibus… a melhor forma de chegar no país é de avião. Há alguns barcos que fazem o translado até a Inglaterra e o País de Gales, mas só vale a pena para casos bem específicos. O principal aeroporto da Irlanda fica nas proximidades de Dublin e é pra lá que você deve ir para começar sua viagem.

Do aeroporto para o centro da cidade há várias opções, sendo as principais:

  • Ônibus número 16 – O ponto fica no terminal 2 e a rota completa pode ser vista neste site. Ele passa pela O’Connell Street, Tritiny College, Dame Street, Portobello… A passagem pode ser comprada nas máquinas que ficam no ponto, com moedas direto com o motorista ou com o seu cartão Leap Card se for o caso. A última vez que usamos o bilhete custava 3,20 euros. Há wifi e espaço no ônibus para colocar a bagagem, então não há com o que se preocupar.
  • Aircoach – Este é um ônibus especial, com menos paradas que o ônibus normal. O bilhete custa a partir de 6 euros o trecho e pode ser comprado online neste site ou no local.
  • Táxi: Os táxis na Irlanda cobram uma taxa de 1 euro por mala e por passageiro. Fora esses extras a corrida até o centro fica em torno de 30 euros.

 

QUANDO IR E QUANTOS DIAS FICAR

Na minha humilde opinião, o verdadeiro charme da Irlanda é visitar sem pressa os pubs, conhecer a história dos vikings, alugar um carro e apreciar a exuberante natureza. E isso pode levar muitas semanas. Para quem não tem todo esse tempo disponível, eu recomendaria de 4 dias em Dublin e 2 em Galway. Se quiser desbravar o sul do país, alugue um carro e acrescente mais 4 dias para conhecer a região de Cork e o Ring of Kerry. Se for sedento e quiser aproveitar para dar um pulo à Irlanda do Norte, fique com o carro mais uns 3 dias e você conseguirá conhecer os principais pontos do país.

O clima da Irlanda é frio e chuvoso, com raríssimas exceções. A melhor época para visitar é no verão, entre maio e agosto. Mas a palavra verão na Irlanda significa apenas uma chance maior de ver o sol e encontrar de 23 graus de temperatura. O inverno não chega a ser tão rigoroso, não muito abaixo de zero. Mas se prepare para o vento, sério, é coisa de louco!

CULTURA IRLANDESA

A Irlanda possui uma identidade única. História, música e literatura são provavelmente as três bases mais ricas e que ainda estão presentes no dia a dia irlandês. Veja algumas curiosidades e histórias clicando nos links abaixo.

 

A CAPITAL, DUBLIN

Dublin concentra a maior parte das atrações da Irlanda e é normalmente pra cá que a maioria dos turistas faz a primeira parada e monta. A fábrica da Guinness e os famosos pubs são os principais pontos que todo turista vai mas a cidade vai muito além disso.

 

ONDE BEBER (E COMER, SE PRECISAR)

Desculpa decepcionar galera, mas a culinária irlandesa não me conquistou. Aliás, experimentamos coisas bem gostosas por aqui mas nada excepcional quando pensamos em comidas locais. Mas por outro lado, os pubs (que são símbolo da cidade) merecem a fama. São cerca de 7.500 (isso mesmo, sete mil e quinhentos) pubs. Para uma população de 4,5 milhões, isso dá 1 pub para cada 600 pessoas.

 

NOS ARREDORES DE DUBLIN

Tem uma infinidade de atrações nos arredores de Dublin: tem porto, praia, castelo, trilhas… um pouco de tudo. Para praticamente todos os lugares é possível chegar de Dart (trem) e tudo fica bem perto, numa média de 25 minutos.

 

DESBRAVANDO A IRLANDA

Que a Irlanda tem belíssimas paisagens espalhadas pelo país não se pode duvidar, a cada viagem descobrimos um lado encantador do país. A melhor forma de conhecer o país é alugando um carro, sem dúvidas! Para padrões brasileiros, aqui tudo fica muito perto. Só para ter ideia, em 2,5 horas você cruza o país de leste a oeste e em 5,5 horas de norte a sul. Muito perto, não? A mão inglesa assusta um pouco no começo e eu não indicaria para quem está sozinho, mas se você tem um co-piloto é só concentrar e vai dar tudo certo!

 

UM PULINHO ATÉ A IRLANDA DO NORTE

Para efeitos de geolocalização, vamos a um pequeno resumo: A Irlanda do Norte é outro país, pertencente ao Reino Unido, a única relação com a Irlanda é que eles ficam na mesma ilha. Lá eles não usam euro, a moeda é a libra assim como na Inglaterra. Mas o fato é que está tão pertinho que vale a pena dar um pulo lá se estiver de passagem pela República da Irlanda. De carro são apenas 2 horas até a capital, Belfast.

Fizemos uma viagem de fim de semana de carro por lá e foi incrível, para conferir:

 

INTERCÂMBIO EM DUBLIN

Nossa passagem pela Irlanda não foi apenas a turismo. Morei lá de janeiro a outubro de 2015 e por isso tenho um lado diferente para contar e ajudar quem está de malas prontas para viver por aqui. Há uma infinidade de sites especializados em informações de intercâmbio, escolas, documentação necessária, vistos e afins e este não é o nosso objetivo aqui. Os textos contam como está sendo a nossa experiência pessoal e tira dúvidas simples de quem está de malas prontas.

 

Gostou do nosso Mini Guia Irlanda? Ficou alguma dúvida?

Clique aqui para ler todos os posts da Irlanda.

Deixe aqui nos comentários que prometemos responder bem rapidinho. =)

Sobre o(a) autor(a)

Vivian

25 anos, goiana, sagitariana, engenheira e apaixonada pelo mundo. Compartilho aqui minhas experiências pelo mundo e incentivo você (é, você mesmo!) a viajar mais.

16 Comments

  • Olá Vivi!
    Além de quase xará, também sou sagitariana.
    Meu marido fará uma viagem de negócios (uma reunião da empresa) em Dublin no dia 21/01/16. Estou pensando que seria uma boa oportunidade para conhecer a Irlanda, porém também estou um pouco receosa que será exatamente no inverno. O idéia inicial seria alugar um carro e ficar do dia 23/01 ao dia 30/01 passeando pela Irlanda. Já temos a carteira de habilitação internacional e há dois anos conhecemos a Escócia de carro, então direção errada não será problema! Vc acha que mesmo no inverno seria uma viagem proveitosa? Se sim, qual a sua dica de roteiro?

  • Oi xará! Tudo bem?
    O inverno da Irlanda não é muito rigoroso mas o vento e as chuvas podem atrapalhar bastante. Se fosse possível ir em outra época eu aconselharia, mas como não é, eu apenas torceria para pegar uma boa semana lá. Mesmo nessa época é possível pegar dias abertos de sol, então tenha fé. =) Não há riscos grandes de neve então dirigir não será problema. 7 dias dá praticamente para conhecer toda a ilha. Porém, sugiro um roteiro mais leve e menos corrido para ter uma margem caso o clima não esteja tão bom alguns dias. Eu pegaria o carro em Dublin e faria o roteiro que fizemos pela Irlanda do Norte, depois iria para Galway e aproveitaria para conhecer os Cliffs. Isso daria cerca de 5 dias tranquilos. Daqui há duas opções para os últimos dois dias: descer até o Ring of Kerry ou então conhecer a região de Kilkenny e a cadeia de montanhas Wicklow (onde foi gravado o PS Eu te amo!).

    Temos posts no blog de praticamente todos esses destinos que citei, dá uma olhadinha.
    Qualquer coisa que precisar pode perguntar, é um prazer ajudar!

  • Oi Vivian, estou amando seu blog. Vamos ( 4 adultos) para Irlanda 14 de abril voltando dia 28. Meu marido vai participar de um congresso em Dublin de 17 a 20. Ainda não definimos um roteiro. Estamos lendo seus posts ansiosamente. Desculpe se você já respondeu, mas o que é mais adequado vestir e calçar na Irlanda? Fiquei preocupada com tanta chuva e frio.

  • Oi Rita. Que bom que está gostando do blog.
    Em Dublin uma bota impermeável é sempre a melhor pedida pois sempre pode chover. Até aquele dia (milagroso) que amanhece com um sol lindo, acredite, pode reservar uma chuvinha no fim do dia. As chuvas normalmente são bem fraquinhas, chuviscos mesmo. Eu nem cheguei a comprar guarda chuva direito, só o gorro já aguentava. Eu morei lá quase um ano e a maioria dos dias usava uma bota de couro mais grosso, tipo essas da timberland sabe? Ela não era totalmente impermeável mas aguentava bem. Os outros dias usava bota normal. Sugiro excluir da mala qualquer tipo de sandália pois será raro usar.

    Para vestir não se preocupe tanto. A temperatura deve estar em torno de 14 graus. Caso você não seja tão acostumada com o frio pense sempre em sair com mais de uma camada. Por exemplo, duas calças, uma blusa de lã, casaco e cachecol. Se não tiver tantas opções de roupas de frio dê uma olhada na Decathlon (no Brasil) ou para economizar muito deixe para comprar na Penneys assim que chegar em Dublin (é muito barato mesmo!).

    No mais é só torcer para não ficar 14 dias sem ver o sol. xD
    Qualquer dúvida é só falar.

  • Olá Vivian!
    Estou indo morar na Irlanda daqui a mais ou menos 40 dias!
    Já tive oportunidade de conhecer Dublin em 2014, mas foi só!
    Quero muito fazer a ring of kerry e outras coisitas mas..
    Podes me dizer, qual foi o seu gasto alugando o carro?
    Obrigada.

  • Amei o seu guia Vivi! Ainda não tive a oportunidade de conhecer a Irlanda, mas ficarei com suas dicas anotadas no meu “caderninho”.. kkkk… caso pinte uma chance! Bjao

  • Muito legal o post! Tenho muita vontade de conhecer a Irland! Foi minha dúvida para o meu intercâmbio, porém acabei optando por malta! Mas um conheço esse país encantador! Quais as cidades imperdíveis para vc?

  • Vivian, que máximo encontrar todas as informações necessários em um único post. Adorei!
    A experiência de um intercâmbio é inesquecível, não é? Recomendo muito!
    Ainda não conheço a Irlanda, mas concordo contigo que a melhorar maneira de chegar até lá deve ser de avião mesmo.
    Culturalmente, você achou alguma diferença entre a Irlanda e a do Norte?! Tirando o fato de que usam moedas diferentes.

  • Vivi, já nas duas primeiras linhas me deparei com uma informação que não sabia, sobre ser a ilha Esmeralda. Nem preciso dizer que só fui aprendendo cada vez mais ao ler todo o post. Ainda não estou com a Irlanda em roteiro, mas pretendo conhecer um dia. Por enquanto vou curtindo as publicações amigas. Beijos

  • Boa tarde.

    Com relação ao inverno, pretendo chegar outono/inverno..setembro mais ou menos para cork.
    Estou em duvida com relação a roupa se compro na Irlanda ou aqui no Brasil.
    No inverno as pessoas saem ..tudo funciona normalmente?
    Muito obrigada
    Att.

  • Sim Rafaela, tudo funciona normalmente pois o inverno lá não é tão rigoroso como em outras regiões.
    Deixe para comprar lá, tem muitas opções a preços excelentes.
    Eu comprei praticamente tudo lá!

Deixe seu comentário

Translate »