América do Sul Peru

PERU: Muito mais que Machu Picchu – 10 fotos para se apaixonar

Fayson Merege
Escrito por... Fayson Merege

=

Quando se fala em viajar para o Peru, 11 a cada 10 viajantes já se imaginam visitando uma das 7 maravilhas do mundo: O sítio arqueológico de Machu Picchu: a famosa Cidade Perdida dos Incas. A verdade é que nosso país vizinho apresenta maravilhas naturais com paisagens lindíssimas para você explorar e se apaixonar. Quer praia? Tem! Quer museus arqueológicos? Tem! Quer montanhas com neve? Tem também.

Não que Machu Picchu desmereça a fama que tem ou o direito de habitar os sonhos de viajantes mundo a fora (principalmente dos brasileiros0. Pelo contrário, visitar a Velha Montanha foi uma das coisas mais mágicas que já fiz – e até jurei que pisarei lá novamente (fazendo a trilha Salkantay e subindo a Huana Picchu Montanha).

Minha primeira viagem ao Peru iniciou-se com um trabalho voluntário em uma fundação que abriga crianças carentes. A “Casa Hogar – Fundación Santa Martha” é uma ONG que abriga cerca de 56 crianças. Após sair do trabalho voluntário, decidi explorar o máximo possível do país de norte a sul.

Aperte os cintos e conheça o Peru sob uma nova perspectiva!

1. Huacachina

Huacachina – Ica (Foto: Fayson Merege)

A lagoa de Huacachina é um oásis que fica a 5km da cidade de Ica, no meio do deserto costeiro do Pacífico. A água verde esmeralda é em função do afloramento de correntes subterrâneas. O “Oásis da América” como é conhecido, é um dos lugares mais vistosos e belos da costa peruana. Se você quer aventura com passeio de buggy + sandboard ou simplesmente relaxar, passe alguns dias por lá.

2. Paracas

Paracas (Foto: Fayson Merege)

Paracas trás uma combinação incrível: o encontro do oceano pacífico com o deserto. O deserto que surge ao sul do país estende-se até o Chile, e é considerado o mais alto e mais seco do mundo. Por aqui encontramos a Reserva Nacional de Paracas, a principal área de proteção ambiental do país. O vilarejo é um balneário em forma de baía e seus principais atrativos são o clima, praias, sítios arqueológicos, monumentos naturais e a Islas Ballestas. Se você tem um pouco de espírito aventureiro, é possível alugar bike ou quadriciclos e se aventurar pelo deserto. Isso com certeza trará uma sensação de liberdade incrível nos seus dias.

3. Mâncora – Piura

Mâncora – Piura (Foto: Fayson Merege)

Embora Mâncora seja a praia mais badalada do Peru, tendo algumas Hostel Partys e uma vida noturna agitada, pra mim foi o lugar ideal pra relaxar e surfar enquanto mochilava. Você não surfa? Não tem problema, a vila de pescadores é pequena e você pode caminhar tranquilamente por suas praias aos arredores com suas areias brancas e admirar o sol se pondo no oceano pacífico. A dica fundamental é: nos finais de semana a praia é lotada (principalmente por jovens de Lima), então, prepare-se.

4. Chiclayo

Playa Pimentel (Foto: Fayson Merege)

 

Pirâmides do Museo de Túcume (Foto: Fayson Merege)

Chiclayo é conhecida como a “Capital da Amizade” e reserva muita história. As principais coisas a se fazer é visitar os museus de Lambayque (Señor de Sipán, museu arqueológico que possui mais de 10 mil peças em oro), Túcume e Ferrenafe. Se você é apaixonado (a) por história e museus, você irá se deliciar com essa região do Peru. Aqui você conhecerá um pouco da cultura dos povos incas, moches, chimus e outros. Aproveite também para ir à Playa Pimentel para apreciar o pôr do sol. A praia fica a 10km de Chiclayo e você pode ir de coletivo (6 soles ida/volta).

5. Catarata Gocta

Catarata Gocta – Chachapoyas – Amazonas (Foto: Fayson Merege)

A Amazônia peruana tem muito a ser descoberta e tem crescido o turismo pela região. Em Chachapoyas dizem que a Catarata Gocta é a 3ª maior do mundo, com suas duas quedas totalizando 771m (sendo a 1º com 221m e a 2ª com 550m). Chegar até ela não é fácil. É preciso pegar um tour que se inicia por volta das 8h da manhã. São +/- 1h30min de van até o início da caminhada no povoado de Cocachimba. A distância a percorrer são 14km ida/volta caminhando a mais de 2 mil metros de altitude. O cenário é incrível desde o início e a surpresa fica maior a cada mirante. Não deixe de visitar Kueláp (construída em uma zona que conjuga a altura dos Andes com a selva amazônica).

6. Cañon del Sonche – Huancas – Amazonas

Cañon del Sonche – Huancas – Amazonas (Foto: Fayson Merege)

Ao lado de Chachapoyas, encontramos o Cañon del Sonche (povoado de Huancas) com 2620m de altitude e 11km de extensão e uma profundidade de 963m. Um lugar pouco explorado por turistas e viajantes e que certamente irá te surpreender. Também chamado de Huanca Urco bata pegar um coletivo pagando 5 soles ida/volta e desfrutar dessa “joia rara” que trás uma incrível paisagem junto ao rio Utcubamba. A sensação que tive ao visita-lo foi de estar sendo um desbravador.

7. Laguna 69

Laguna 69 – Huaráz (Foto: Fayson Merege)

A região de Ancash – Huaraz é uma região de aventuras recheada de opções como trekkings, montanhismo, escalada e camping. Se quiser conhecer a região, saiba que você enfrentará trekkings difíceis e serão horas de caminhada. Falando especificamente da Laguna 69, o tour começa cedo, mas muito cedo. A van passa pra te buscar entre 5h – 6h da manhã para chegar até a base da caminhada por volta das 9/9h30min. A caminhada no total será entre 6/7h, dependendo do seu condicionamento físico. O Parque Nacional de Huascarán (região cercada pela Cordilheira Branca, por seus picos nevados e também pela Cordilheira Negra, justamente por não ter neve).

8. Glaciar Pastoruri

Glaciar Pastoruri – Huaráz (Foto: Fayson Merege)

Conhecer o Glaciar foi a experiência mais emotiva da viagem por 2 motivos: 1 – Conhecer um lugar fantástico e incrível. 2 – Chorei por saber que a estimava é para no máximo 10 anos toda essa geleira desaparecerá (então corre pra visitar e conhecer esse lugar o mais rápido possível). O Glaciar ou Nevado Pastoruri tem em sua origem a 5201m em descenso até a 5001m de altitude. Além disso, tem aproximadamente 1,99 km² de superfície, com uma longitude de 1,3 km e largura de 2,03 km. Em 1985 o Glaciar foi declarado como Patrimônio Natural da Humanidade.

9. Cusco

Cusco (Foto: Fayson Merege)

Cusco é a porta de entrada para Machu Picchu, mas, engana-se quem acha que não há muita coisa pra se fazer por aqui. Não importa quantos dias você ficará na cidade, faça um city tour por conta. Saia pelas ruas e visite as lojinhas/feiras de artesanatos e mergulhe na cultura local. Após ter feito isso, faça então alguns tours locais como Maras/Salineiras, Valle Sagrado, o Mercado San Pedro e alguns museus locais.

10. Rainbow Mountain

Rainbow Mountain (Foto: Fayson Merege)

Conhecer as Montanhas Coloridas no Peru foi à realização de um sonho. E pra falar a verdade, achei mais incrível que Machu Picchu. Calma, não estou desmerecendo MP, apenas sou fascinado por belezas naturais. A caminhada de 16km é recheada de muita beleza do início ao fim. De um lado, montanhas coloridas e do outro lado montanhas com neve (o famoso Ausangate).

Conhecer o Peru de Norte a Sul numa mesma viagem foi fascinante e superou todas as expectativas. Fiquei 60 dias e com certeza ficaria mais tempo, justamente porque ainda há muitos lugares para se explorar. Espero ter despertado em você um desejo maior pelo Peru e fazê-lo sentir o que eu senti durante minha viagem: ter a sensação de descobrir lugares que o resto do mundo ainda não sabe que existe. Se você é do tipo de viajante que adora exclusividade, quer voltar com uma história que ninguém conhece, é louco para explorar locais sem ter que esbarrar em turistas e quer ter fotos suas sem ninguém no fundo, esses são alguns lugares ideias para sua próxima aventura ao Peru.

 

Texto e Fotos pelo viajante e fotógrafo Fayson Merege

Fayson Merege, 27 anos, formado em Educação Física e Fotógrafo viciado em Documentários/Viagens

Insta: @faysonmerege

Facebook: facebook.com/faysonmerege

 

“Se somos passageiros nessa vida, é como viajantes buscando pelo novo que devemos viver. A vida tem muito a nos ensinar: nos ensina coisas em meio a lágrimas e trovões ou sorrisos e dias belos, depende da forma como vemos o que ela tem a nos mostrar”.

Sobre o(a) autor(a)

Fayson Merege

Fayson Merege

Fayson Merege, 27 anos, formado em Educação Física e Fotógrafo viciado em Documentários/Viagens
Insta: @faysonmerege
Facebook: facebook.com/faysonmerege

“No próximo horizonte, certamente há uma oportunidade nova que eu vou aproveitar. É isso que me faz seguir em frente”.

8 Comments

  • Gostaria muito voltar ao Peru e seria interessante incluir alguns desses lugares no roteiro. O que mais me atraiu foi Huacachina, incrível!! Você precisou de quanto tempo para percorrer todos esses lugares?

  • Após já ter conhecido Machu Picchu, quero voltar ao Peru para conhecer Paracas e a Laguna 69, que já tinha lido sobre. Com o post fiquei curioso pelo Glaciar… já incluí no roteiro.

  • Ola pessoal!
    primeiramente parabéns pelo blog, sensacional suas dicas!
    recomendo viajar ao peru e conhecer machu picchu uma das maravilhas do mundo e o ultimo refugio inca, também recomendo visitar outros lugares turísticos como lago titicaca, nazca, paracas, ancash, choqueqirao e muitos outros puntos turísticos mais.
    sua gastronomia é reconhecida no mundo por sua variedade de platos tipico em cada região, deguste o melhor de nossa gastronomia peruana e bom apetito.

Deixe seu comentário

Translate »