/// Planejamento

Seguro viagem internacional: como contratar?

Escrito por... Vivian

Na hora de planejar uma viagem ao exterior é natural o sentimento de medo, principalmente aos marinheiros de primeira viagem. Tudo pode acontecer, fato, mas há algumas precauções que devem ser tomadas para minimizar o prejuízo (emocional e financeiro) caso precise de ajuda lá fora. Uma das mais importantes é a contratação de um seguro viagem.

Apesar de normalmente nos preocuparmos com isso apenas em viagens internacionais longas saiba que é possível fazer também em viagens nacionais. Alguns seguros saúde brasileiro são apenas regionais, não cobrindo as despesas caso você esteja em outro estado. Se você está com planos de ir para Europa, melhor se atentar, pois o seguro é obrigatório aos países pertencentes ao Tratado de Schengen.

Opa, peraí. O que é o Tratado de Schengen?

Vou explicar: O Tratado de Schengen é um acordo firmado entre vários países europeus que estabelece algumas regrinhas para os turistas. É graças a este tratado que podemos transitar entre todos esses países sem passar por barreiras de imigração nos aeroportos e fronteiras.

São eles: Alemanha, Áustria, Bélgica, Dinamarca, Eslováquia, Eslovênia, Espanha, Estônia, Finlândia, França, Grécia, Holanda, Hungria, Islândia, Itália, Letônia, Lituânia, Luxemburgo, Malta, Noruega, Polônia, Portugal, República Tcheca, Suécia e Suíça.

Outra resolução deste tratado é a obrigatoriedade de um seguro viagem com cobertura de no mínimo 30 mil euros. Ao contratar o seguro fique atento a esta cobertura e não se esqueça de levar a apólice com você no dia da viagem.

Como contratar o seu seguro viagem

Há inúmeras empresas que vendem o serviço, desde agências de seguro saúde brasileiras até bancos e empresas especializadas. Nós ficamos muito felizes ao firmar uma parceria com a Real Seguro Viagem com o objetivo de te ajudar nessa escolha.

A partir de hoje vocês verão essa janela abaixo aqui na lateral direita do site, onde poderão digitar as informações da sua viagem e fazer a pesquisa de preços com várias empresa ao mesmo tempo.

A Real funciona de forma muito simples: você preenche o destino, as datas da sua viagem e os dados para contato. Clique em comparar e a plataforma fará uma pesquisa com as principais seguradoras e te fornecerá uma lista com várias opções de coberturas e preços. Aí é só analisar a que te atende melhor e fazer a contratação pelo site mesmo.

Seguro viagem geral 320x50

As principais vantagens da Real Seguro Viagem são:

  • Comparar o custo x benefício de várias operadoras em um só lugar;
  • Fazer a contratação online, com opções de chat online e telefone para tirar as dúvidas;
  • Recebimento da apólice de seguro em até 3 dias úteis no seu email;
  • Descontos à vista ou facilidade de pagamento;
O que avaliar ao escolher a seguradora

E, se tratando de algo tão sério, é preciso muita atenção ao ler todas aquelas letrinhas minúsculas para saber o que está realmente incluso no seguro escolhido. Fique atento aos seguintes itens:

  1. Se atende os requisitos do país que irá visitar, se for o caso;
  2. O que está incluído;
  3. O valor exato de cada cobertura;
  4. Regras relacionadas à gravidez e doenças já existentes;
  5. Qual o procedimento a seguir em caso de necessidade.

Esta última é muito importante. Pergunte se você deverá pagar algo e eles te reembolsarão ou se eles farão o pagamento direto ao hospital. Os dois modelos são usados e normalmente funcionam bem, mas eu sempre opto por uma seguradora que faça o pagamento direto. Tire todas as dúvidas, anote e leve junto com a sua apólice. Em caso de emergência você já saberá exatamente o que fazer.

Qual seguro viagem é o melhor?

Isso depende muito da situação. Optei por utilizar o seguro da Assist Card durante o intercâmbio na Irlanda e o atendimento foi ótimo em todas as vezes que utilizei. Eles fazem o pagamento direto ao hospital então não precisei me preocupar com isso. Em todos os casos eu apenas enviei um email explicando o motivo e eles me ligaram logo em seguida (com opções de atendimento em inglês e espanhol) informando onde eu receberia atendimento. Uma das vezes o médico veio até a nossa casa (o que parece ser comum aqui) num domingo às 9 da noite. Super rápido.

Nossa parceria (nós e vocês!)

Comprando seu seguro através do link que disponibilizamos nós ganhamos uma pequena comissão que ajuda o blog a se manter e trazer sempre dicas quentinhas e conteúdo novo feito com muito carinho. E o melhor é que você não paga nem um centavo a mais por isso. Prometo que nossa relação vai ser sempre assim, aberta e transparente.

Sobre o(a) autor(a)

Vivian

25 anos, goiana, sagitariana, engenheira e apaixonada pelo mundo. Compartilho aqui minhas experiências pelo mundo e incentivo você (é, você mesmo!) a viajar mais.

4 Comments

  • Ola,
    Você sabe explicar a diferença de um seguro de 30 mil e o de 10mil? Porque as escolas tem sempre oferecido o de 10 falando que serve para a europa tambem

  • Paula, tudo bem?
    Algumas informações que podem te ajudar:
    1. É preciso cuidado com o que as escolas oferecem pois muitas vezes elas só querem oferecer o mais barato para você comprar com eles.
    2. O Tratado de Schengen é claro quando diz que é obrigatório um seguro que cubra no mínimo 30 mil euros caso aconteça algum inconveniente.
    3. A Irlanda não faz parte do Tratado de Schengen. Então, teoricamente você nem precisaria de um seguro desses para ir para lá, apenas o governamental do país (a depender do tempo que vai passar lá). Sem pensar em segurança, seria obrigatório o seguro com essa cobertura mínima apenas se você for viajar para os países que fazem parte do tratado.

    Abraços.

Deixe seu comentário

Translate »